Materiais Utilizados

Algodão Orgânico


Sabia que o cultivo do algodão convencional é culpado pelo uso de um quarto dos insecticidas utilizados em todo o mundo e quando juntamos o processo de fabrico da fibra, tornam-se responsáveis por 10% de toda a poluição do nosso planeta? E que o cultivo do algodão convencional é um dos maiores consumidores de água? A alternativa ética é a utilização de algodão orgânico. Não são utilizados quaisquer químicos ou sintéticos no cultivo e na produção, assim como a água utilizada para o crescimento da planta é apenas a água da chuva, assim, este tecido torna-se completamente natural, sustentável e biodegradável. O algodão com que trabalhamos tem origem no Brasil, é livre de corantes e produtos tóxicos, é hipoalergénico e ideal para pessoas com problemas de pele ou que sofrem de sensibilidade química múltipla (MCS). A saúde dos 150 agricultores que trabalham na empresa está assegurada por certificações laborais e pelo projeto OCCGuarantee. Este projeto apoia trabalhadores e famílias inteiras com o objetivo de gerar riqueza local sem intermediários e sem exploração. Os agricultores são donos das suas próprias terras e vêem assim garantida a sua autonomia e estabilidade. Veja os modelos aqui

Airbag Reciclado


Sabia que o airbag reciclado é utilizado na confecção de calçado? Para nós fez logo sentido porque ao reutilizarmos, estamos  a dar uma nova vida a um material que não tem mais utilidade, reaproveitando o nylon presente nos airbags e dando-lhes assim um novo propósito. Este material é resistente ao frio, calor e chuva.
Fomos a primeira marca em todo o mundo a conceber um sapato através da reciclagem de airbags. Maravilhoso não é? Conheça os modelos onde utilizamos este material aqui.

Folha de ananás


A fibra da folha de ananás é um material muito interessante de trabalhar, pois para além de ser resistente à água é muito quente. É um material ótimo para a confeção de modelos de inverno e meia estação por se demonstrar ser uma fibra bastante resistente. Ainda mais, quando utilizado um creme de polimento na sua manutenção. Para além de garantir o aspeto novo por mais tempo, vai também ajudar a proteger a fibra que é natural. Um Must Have! Esta fibra chama-se Piñatex e é produzida por uma empresa inglesa que trabalha com comunidades locais de produção de ananás, nas Filipinas. Esta empresa tem como objetivo ajudar estas comunidades, criando postos de trabalho respeitados e com remuneração justa, e aumentando a economia local. De referir que apenas utilizamos a fibra das folhas do ananás que foi consumido e que resulta do desperdício. Nenhuma destas plantações tem como objetivo a fabricação em massa para a confeção de calçado. No fundo, para além de estarmos a contribuir para o aproveitamento do desperdício destas folhas estamos também a ajudar estas comunidades com uma percentagem do valor que pagamos por cada metro de tecido que adquirimos. Conheça os nossos modelos Piñatex aqui.

PET


A nossa linha PET é toda feita à base de garrafas de plástico recicladas e, em alguns casos até, de pneu reciclado. É uma linha que tem como objetivo minimizar o impacto ambiental e usar e abusar da reciclagem. Este material é interessante porque embora não seja resistente à água, é quente e tem uma durabilidade incrível. É ideal para produtos de meia estação e de verão, se estivermos a falar de calçado aberto. Não acredita? Espreite aqui.

Microfibras


Chegámos às microfibras! O material utilizado mais antigo da nae vegan shoes mas que nunca desilude. Muito pelo contrário. No geral, as microfibras são compostas por nylon, algodão e poliéster. No nosso caso, para além desta composição que se mantém, elas são ecológicas e têm uma certificação OEKO-TEX que quer dizer que, na sua produção, são isentas de desperdício de energia e água. É inexplicável o quão leves são, a resistência que têm e a facilidade com que se trabalham. Botas, sandálias, cintos. É ideal para fazer qualquer produto e para usar em qualquer altura do ano por ser uma fibra resistente à água e fresca. É este material que facilmente se confunde com a pele animal pelo seu aspeto. No entanto, consegue ser tão ou mais resistente, muito mais leve e muito menos prejudicial para o meio ambiente. Veja os nossos modelos aqui.

Cortiça


Cortiça portuguesa, pois com certeza! Não só porque é matéria prima nossa mas também porque é natural, fresco e resistente à água. Incrível não é? Mas há mais. Só trabalhamos com cortiça que é extraída a partir dos sobreiros protegidos, sem prejudicar o normal desenvolvimento da espécie e sem danificar a árvore. Toda a cortiça extraída é 100% aproveitada, 100% reutilizável e 100% reciclável. Veja os modelos aqui.

Take a Walk on the Ethical Side.